Mas que blog?

100% das pessoas que escrevem neste blog têm problemas psicologicos graves, e essas pessoas são estudantes de medicina (é triste, não é?) Tenham pena de nós e não nos processem por abusarmos da sorte.. Obrigado

sexta-feira, setembro 30, 2005

Ate ja...

Não tenho tido tempo, espaço e imaginação para escrever aqui, mas espero que tudo mude dentro em breve (menos o sexo, que está bem) . Para os que estão fisicamente longe deixo aqui uma das razões que me impedem de postar: Um dos maiores vicios que já tive, a seguir a defecar.



Até lá, até já

sexta-feira, setembro 23, 2005

A vida...

...é
...é
...é

...muita coisa...

...mas também é fodida...

quinta-feira, setembro 15, 2005

The Special One

Oiçam este brilhante audio...

quarta-feira, setembro 14, 2005

Xô Bicho...

Ao que pareçe este é o cão mais feio segundo o Livro do Guiness, eu pessoalmente achei que devia partilhar.
Estes dois links são mais duas fotos do bicho:



A foto que tava aqui está agora aqui.

Palavras do passado (II)

Mais um velho texto que encontrei no arquivo:

Procuro-te na escuridão da noite, no buliço das ruas onde as pessoas nem dão por mim.
Procuro-te por ruas e ruelas perdidas de uma grande metrópole e nos caminhos de terra do campo.
Procuro-te por detrás das estrelas e por detrás da lua, vasculho todos os buracos negros do universo…
Procuro-te com todos os sentidos que possuo, com o coração e com a minha alma…
Procuro-te em todos os cantos obscuros da minha alma, em todos os milímetros do meu coração.
Procuro-te porque assim ganho um novo significado na vida, procuro-te porque ao encontrar-te, encontro-me a mim.
Procuro-te porque procuro a simplicidade da vida, procuro-te porque em ti quero depositar a minha alma…
Procuro-te porque te quero encontrar, porque quero deixar de procurar, quero deixar de me perguntar se existes...
Procuro-te porque em ti está o melhor de mim, porque quero deitar fora o pior…
Procuro-te porque procurar-te cansa-me e não te encontrar dói bem dentro de mim….
Procuro-te…
Ainda não te encontrei, não sei quem és, não sei o teu rosto, não conheço o teu sorriso, mas mesmo assim procuro-te… Posso já ter-me cruzado contigo, trocado olhares ou mesmo falado contigo, mas desconheço a tua identidade.
Mellitus 2000

segunda-feira, setembro 12, 2005

PUB

Anda cada vez melhor a publicidade em Portugal.
Como se não bastasse este verão termos sido invadidos por um sapo que anda sobre uma mota invisivel, agora temos o sapo com problemas de gases...
Não sei qual o objectivo de contemplarmos um sapo e um pinguim em grandes eruptações. Melhor, o grand finale do anúncio é o mesmo sapo com flatulência...
Alguém me explica?

P.S.: Já percebi o problema é que passo tempo a mais frente ao televisor...

Decisões

Todos nós tomamos decisões, todos nos desde pequenos tivemos que encarar esse pequeno-grande monstro que é decidir!
Pessoalmente gosto de reflectir se todas as decisoes que tomei foram as melhores tendo em conta o que se podia ter passado se tivesse ido pelo outro caminho!
Mas ao certo ao certo, nunca saberei, pois nunca terei aquela oportunidade de voltar atrás no tempo e averiguar que se passaria...
"Se no passado tivesse comido mais sopa hoje tinha ganho o Euromilhões..."
"Se tivesse usado chupeta pralém do tempo devido, hoje era um metrossexual e aparecia em revistas..."
"Se fizesse xixi na cama, hoje tinha entrado numa depressão e já me encontrava enterrado..."
Mas o importante aqui torna-se o SE, sem duvida alguma, porque eu nestas frases nunca poderia usar outra palavra como AZUL ou ELEFANTE, simplesmente porque não são advérbios, mas também porque a lógica da frase era inexistente.
Ora desde pequeno que me ensinaram a usar o SE, mas nunca me explicaram qual era a utilidade do seu uso para a vida prática do dia-a-dia. Porque não posso dizer "Eu estaria neste blog se escrevesse neste blog", porque eu não sei escrever....
Tal como dizer "A Margarida Rebelo Pinto editaria livros se fosse boa escritora" não é verdade porque a Margarida Rebelo Pinto não existe, é um heterónimo do Malato, e além do mais também não sabe escrever.
Ao fim e ao cabo todas estas dúvidas passaram pela minha cabeça, mas depois nunca mais pensei nelas. Achei que tambem eram irrelevantes e deveras estupidas, mas também ninguém se vai chatear por causa disso.
O caro leitor deve estar extremamente aborrecido por ter perdido 5 min. da sua vida a ler este post e chegar ao fim e concluir que nada dele retirou.
Mas pense bem nisso, você perdeu 5, mas eu perdi 10 a escreve-lo. Ademais, se veio a este blog é porque já estava disposto a perder a algum tempo para algo desconhecido portanto eu não tenho a minima culpa deste post estar aqui você é que tem culpa de não ter nada mais interessante para fazer.
Podia estar a ver o Herman SIC ou o aniversário da Praça da Alegria, mas não tinha que vir aqui...

sexta-feira, setembro 09, 2005

Casas de banho publicas

Não consigo perceber porque é que nas casas de banho publicas se faz a distinção entre homens, mulheres e deficientes. Por acaso aprovaram um sexo novo e ninguém me avisou? Ou será que o facto de se ser deficiente implica que a distinção entre sexos deixe de fazer sentido? Até percebo que os deficientes do sexo masculino apreciem o facto de estar numa casa de banho com mulheres (excepto os cegos, claro. Mas também uma casa de banho para cegos não precisaria de muito mais do que uma bacia gigante para que pudessem mictar para onde estivessem virados..) mas porque é que um surdo (ou uma surda, vá lá) tem que ser marginalizado só porque têm um autocolante azul no carro? E já agora, os surdos (que por acaso também são considerados deficientes) precisam de estacionamentos junto ás entradas dos centros comerciais porquê? Será que por eles andarem menos ficam a ouvir melhor? Então e os cegos?


Fica a duvida..

Aviso - Virus PC

Pois, sempre que um vírus salta uma espécie temos um problema tramado... Foi assim com a SIDA, um virus saltou dos macacos (SIV) para os humanos (HIV) e agora temos um problema de saúde pública!

Por isso transcrevo esta mensagem que está no site do Ministério da Saúde (http:\\www.ministeriodadoença.republicadasbananas):

"A loucura generalizada causada pela contratação dum grego velho suplente do Inter Milão, pela vinda por empréstimo dum anão italiano suplente da Juventus e pelo facto do Benfica ter conseguido fazer 1 ponto inteirinho nas 2 primeiras jornadas da Super(Maxi)liga, levou a que pelo menos 6 milhões de portugueses (no mínimo) trocassem as suas fotos feias do MSN por um simbolo do Glorioso. Como sabem a gripe das aves é uma verdadeira epidemia e fruto da sodomização recente prevaricada por um galo de barcelos infectado a uma dessas águias estima-se que o virus possa dar um salto de espécies e começar a infectar o animal "Computadoris pessoalis" dentro de menos de 6horas!!!!"

Por isso deixo aqui o aviso a todos, para retirarem esse símbolo definhante do MSN antes que seja tarde de mais e o vosso pc comece a espirrar-vos para cima.

Over and out!

sábado, setembro 03, 2005

Onde está o Miccoli?

Pois, ao que parece a aclamada e erudita saga "Onde está o Wally?" inspirou um argumentista falhado de meia-idade e muito tempo livre a escrever a nova novela da TVI em 342 episódios "Onde está o Miccoli?"!!!

Segundo Belchior von Trier, assim se chama o mamífero de 2 patas responsável pela nova bomba televisiva, a ideia surgiu-lhe fruto duma (in)feliz coincidência de eventos. Num golpe de sorte, nesse dia ele tinha neurónios disponíveis para processar informação no que lhe restava do cérebro, e estava a divertir-se no aeroporto internacional da portela com o já referido livro de ilustrações quando assistiu a uma cena caricata:

Rochemback, que se veio despedir dos colegas, estava à espera do avião quando se cruzou com Miccoli e o pôs inadvertidamente no bolso. O problema foi que o desatento Rochemback o meteu no bolso onde também tinha as chaves, a carteira, o telemóvel e uns pistachios! Chamaram os bombeiros, a protecção civil e o Marcelo Rebelo de Sousa, mas não havia maneira de encontrar o azarado Miccoli. Até que Marcelo Rebelo de Sousa leu 3 enciclopédias sobre pessoas perdidas em bolsos e sugeriu que talvez o pobre Miccoli estivesse entre o pistachio e a dita casca. Obviamente, Marcelo Rebelo de Sousa estava errado e afinal Miccoli estava preso num botão do telemóvel... Miccoli, em declarações, desdramatizou e chegou mesmo a brincar com a situação:
"Não estava preocupado, porque felizmente Rochemback não me meteu no bolso onde guarda as pílulas do dia seguinte, senão aí é que ninguém me encontrava! Não é a primeira vez que me debato com este tipo de problemas, uma vez entrei à surrapa na montanha russa e fui cuspido do carro em pleno looping, por sorte consegui planar o tempo suficiente para voltar a apanhar o carro das pessoas que vinham a seguir!".

O que interessa é o valor humano da história, que foi perfeitamente captado por Belchior von Trier, que tratou de arranjar a Miccoli 2 irmãos gémeos seperados à nascença e uma namorada cega para dar outra profundidade ao enredo e deitou mãos à obra.

Quem ganha somos nós, que adoramos ficção (à) portuguesa!